Social Icons

13 de mai de 2014

NOVELA COM CONTINUAÇÃO ENIGMÁTICA

Foto Eudes Marinho / Itapecuru Agora.com
Apenas Carlos Alexandre Muniz Cruz Lopes – DEM não compareceu à sessão da última segunda-feira (12 de maio de 2014) na Câmara Municipal de Vereadores. Porém, sua ausência não foi nenhum empecilho para que, mais uma vez, governo e oposição se enfrentassem em um embate, onde inclusive assuntos que ultrapassavam os limites do município foram discutidos. José Carlos de Araújo Vieira Junior – PTC disse que está caindo a máscara do “falso profeta” – se referindo assim ao Prefeito Magno Amorim com esse apelido que, segundo ele, foi criado por Rogério Maluf Gonçalves – PRP (hoje líder do governo) no período das eleições. 

Denunciando gastos excessivos e desnecessários do Poder Público Municipal e afirmando que os assessores do Prefeito, ao defendê-lo, fazem é piorar a situação, o vereador oposicionista comemorou a chegada da Promotora Flávia Valéria Nava Silva à Itapecuru, e citou um exemplo de Santa Inês, onde a jurista denunciou por improbidade administrativa o prefeito Ribamar Alves, pela doação de um terreno para a construção de um parque aquático, e todos os vereadores, inclusive da oposição, votaram a favor dessa concessão.

Para o líder da oposição, a prova da seriedade da promotora, é o fato do município já ter marcado para a próxima quinta-feira sua prestação de contas fiscais. Persistindo em críticas contra Magno Amorim, Carlos Junior se disse revoltado com a situação dos bairros alagados após as fortes e recentes chuvas que caíram na cidade. Voltou a denunciar o caso de motoristas não habilitados conduzindo o transporte público, além de nepotismo instalado na administração municipal. Defendendo uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) contra o Prefeito, o oposicionista ainda lamentou a falta de homenagens na cidade para o itapecuruense Leomar Barros Amorim – jurista que faleceu recentemente – sendo que, em São Mateus, o Fórum Eleitoral foi inaugurado com o seu nome. Carlos Junior se disse contente em ter o Presidente da Câmara José de Arimateia Costa Junior – PSDB como seu aliado nas eleições 2014, e decepcionado com a Presidenta Dilma Roulsseff, afirmou simpatia com Aécio Neves, Pré-Candidato do PSDB à Presidência, elucidando que os programas sociais que tanto enaltecem a atual gestão federal, foram criados quando os “tucanos” estavam no poder. Ainda em discurso, Carlos Junior rebateu Rogério Maluf por ter sido chamado de “Capataz de Flávio Dino”.

O líder da oposição se diz honrado com isso, pelos atributos que o Ex-Deputado Federal e Pré-Candidato ao Governo do Estado tem, citando sua militância política, sua aprovação no concurso para Juiz Federal com apenas 23 anos, e o pedido de exoneração de tal cargo para ser legislador federal. Por fim, Carlos Junior disse que não é inimigo de Rogério Maluf, pois, caso fosse, já o teria colocado na cadeia, com denúncias no qual afirma ter provas, e pediu para o líder da situação tomar cuidado, pois, segundo ele, Rogério Maluf é competente, mas o Prefeito Magno Amorim não é. O líder da oposição encerrou seu discurso dizendo que essa novela está muito próxima de seu último capítulo. Em resposta, Rogério Maluf disse que Carlos Junior precisa urgentemente frequentar uma academia onde seus membros são pessoas que torcem pelo não crescimento alheio.

Ainda se defendeu dizendo que o oposicionista não é capataz de Flávio Dino, e sim do comunismo, da inveja e do autoritarismo. Rogério lembrou que o Mundo dá voltas, e em uma novela aberta e exibida em praça pública, não será nenhuma surpresa ver a oposição do município lutando pela eleição de Edinho Lobão para o cargo de Governador. Rogério Maluf disse que política é algo dinâmico, e que, a cada sessão, Carlos Junior busca provocá-lo de alguma maneira. Chamando-o de “boca suja”, o governista disse que Magno Amorim trabalha sim pelo município e garante a esta cidade um crescimento que muitos filhos da terra não deram, citando que Carlos Junior mantém as portas de sua casa fechadas, o contrário dele. O líder da situação enalteceu o trabalho de pavimentação de Itapecuru. Voltando à eleição de outubro próximo, Rogério Maluf disse que não acredita que o povo vá votar em um ex-Juiz que quer tirar os direitos trabalhistas, gratificações e outros benefícios. Ainda disse que Flávio Dino é um político sem ideologia, pois antes dizia que João Castelo era um atraso na política estadual, mas hoje anuncia apoio ao Ex-Prefeito de São Luis para que seja eleito senador. Após as defesas pessoais, a sessão foi encerrada.

Matéria extraída  do site Itapecuru agora
 
 
Fawkes Web e Serviços