Social Icons

17 de mai de 2014

Prefeitura encerra a Semana de Combate ao Abuso e Exploração Sexual

O Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes, comemorado no próximo dia 18, teve grande divulgação em Itapecuru-Mirim. Durante toda a semana a Prefeitura, por meio da Secretaria de Assistência Social e Secretaria de Educação, com apoio do Poder Judiciário do estado, promoveu discussões e palestras em 20 escolas do município, tendo como foco o projeto “Faça Bonito – Proteja nossas crianças e adolescentes”.

A intenção do evento foi mostrar para os alunos e pais de alunos que o problema existe e precisa ser combatido. A secretária de Assistência Social, Wilma Amorim, afirmou que combater esses tipos de crimes é prioridade para a nova gestão e anunciou que o município aderiu, voluntariamente, ao selo Unicef.

“Estamos em fase de finalização de um plano municipal que irá trabalhar o enfrentamento e a prevenção do trabalho infantil, o combate às drogas e aos crimes de abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes. Aproveito a oportunidade para anunciar que o município de Itapecuru-Mirim irá participar do 1º Fórum Comunitário do Selo Unicef, que acontecerá no mês de junho. Essa participação é muito importante, pois esse selo é o reconhecimento internacional aos municípios que alcançam melhorias para a qualidade de vida das crianças e está pautado em alguns pilares, entre eles o impacto social e gestão de políticas públicas”, declarou Wilma Amorim.

A solenidade de encerramento do evento, realizada na manhã de hoje (16), contou com a participação de toda comunidade escolar, incluindo os pais e responsáveis, que assistiram às apresentações dos alunos que mostraram estar conscientes de que é preciso denunciar, como Luis André Pereira, 13 anos, que cursa o 9º ano na Escola Integral Maria da Luz, localizada na sede. “Nos esforçamos muito para apresentar uma paródia que fala sobre a importância de perder o medo e denunciar esses crimes de abuso e exploração sexual. Dividir essa experiência que tivemos na sala de aula com nossa família e nossos amigos é muito importante”, disse.

O trabalho de conscientização nas escolas vai continuar e se estender para todas as comunidades. “O poder público municipal está levantando mais uma bandeira contra essa realidade social. Combater o abuso e a exploração sexual de crianças e adolescentes cabe a todos nós, pois queremos cidadãos de verdade para termos um mundo cada vez melhor”, declarou a coordenadora do Centro de Referência Especializado de Assistência Social, Sônia Melo.

Informações da Ascom da Prefeitura de Itapecuru
 
 
Fawkes Web e Serviços