Social Icons

19 de dez de 2014

JUCEY SANTANA LANÇA O LIVRO “MARIANNA LUZ: vida e obra”

Foi coroado de brilhantismo o lançamento do tão esperado livro de MARIANNA LUZ, no dia 10 do corrente, depois de mais de quatro anos de pesquisa.O evento marcou o encerramento da Semana da Cultura iniciada no dia 06, de iniciativa da Academia  Itapecuruense de Ciências Letras e Artes, com ciclo de palestras, lançamentos de livros e apresentações teatrais.

A abertura do evento teve lugar na Igreja Matriz Nossa Senhora das Dores, com missa Solene em Ação de Graças, pela passagem dos três anos da fundação da Academia Itapecuruense de Letras e dos 144 anos de nascimento de Mariana Luz, sendo a celebração presidida pelo padre itapecuruense Raimundo Gomes Meireles, que também é membro fundador da instituição cultural, AICLA.

Em seguida os convidados se encaminharam ao Itapecuru Social Clube, onde foi feito o
lançamento do livro, com a apresentação da obra pelos escritores itapecuruenses, Inaldo Lisboa e Benedito Buzar. Na ocasião foi também lançada pelo prefeito municipal Magno Rogerio Siqueira Amorim a Comenda Municipal de Mérito “MARIANA LUZ”, em homenagem à memória da grande mestra, de grande significado cultural. A Comenda foi criada pela Lei 1.319 de 5 de dezembro de 2014. A concessão da COMENDA  será administrada pelo conselho composto dos seguintes membros: I – Prefeito Municipal, II - Secretário de Cultura, III  – Secretário de Governo, IV – Secretário de Saúde, V – Secretário de Educação, VI – 01 Representante da AICLA, VII - )1 Representante do Legislativo.

O livro é dividido em três partes: a primeira é abordada a biografia da ilustre itapecuruense, a segunda parte o leitor encontrará a sua obra, que acredito ter resgatado de setenta e oitenta por cento dos seus escritos e também algumas crônicas de seus amigos escritas para ela ou sobre ela.  A terceira parte é constituída de dezoito recortes da história de Itapecuru-Mirim com temas que sempre nos desperta curiosidades e sempre procurados para pesquisas escolares como: Kelru, Enchentes do rio, Cadeia Velha, Quinta Velha, Famílias Influentes, Cemitério do Chico Cigano, Crendices Populares e outros.

O livro foi todo baseado em fontes de pesquisa. A autora tem em seu poder mais de duzentos jornais e outros documentos, usados na montagem da obra, isto deve-se ao fato de Mariana Luz, ter tido grande projeção nas artes: plástica, literária e teatral em âmbito estadual e até nacional, nos dois últimos decênios do século XIX e início do século XX. O acervo da pesquisa pode ser disponibilizado a estudantes, universitários ou pesquisadores que se interessem para produção de artigos, monografias ou outros trabalhos acadêmicos sobre Mariana Luz ou Itapecuru-Mirim.

Por Jucey Santana
Colaboração e Postagem de Cristiano Dias


                      NATAL

Nasceu Jesus, da vida o Pão doce e bendito
Como mesquinho ser, em pobre manjedoura,
Repousa suavemente a cabecinha loura,
Do que empina com amor o cetro do infinito.

Tu nasceste, ó Jesus, para amar o proscrito
E acolher com ternura a alma pecadora,
Assim, vem saciar a sede que devora
A pobre humanidade. Ah! Vem ouvir seu grito.

Como mesquinho ser, em pobre manjedoura,
Repousava suavemente a cabecinha loura
Do que empunha com amor cetro do infinito

Há tanta dor aqui, Jesus, tantos espinhos,
Tanto pranto a molhar, meu Deus, estes caminhos,
Gemidos a ecoar entre doridas mágoas...

Ó Jesus, Sumo do Bem em que a vida se encerra,
Tem piedade, ó Senhor, dos que vivem na terra,
Sem um sorriso de mãe para adoçar-lhes as mágoas.

                 Marianna Luz
 
 
Fawkes Web e Serviços