Social Icons

23 de nov de 2017

COMUNIDADES RIBEIRINHAS EM SANTA RITA CONTINUAM PREOCUPADAS COM A MORTANDADE DE PEIXES

Por Santa Rita em Debate

Comunidades as margens do Rio Itapecuru em Santa Rita continuam preocupadas com a quantidade de peixes encontrados mortos, problema ainda não esclarecido pelas autoridades competentes. A mortandade diminuiu mais o prejuízo é incalculável para quem depende do Rio como fonte de subsistência.

O pescador Cris Geraldo Gomes explicou que na localidade Ribeirinha de Careminha onde reside com a família, 90% da população sobrevive exclusivamente da atividade pesqueira, após o incidente a vida do lugarejo mudou completamente, muitos moradores estão recorrendo a lavoura, justamente para não deixar faltar o alimento na mesa.

O episódio que causa prejuízo tanto para vida aquática quanto para as pessoas em geral foi percebido no dia 31 do mês passado, depois que pescadores do município se preparavam para iniciar suas atividades, a partir daquele momento a vida dos ribeirinhos não é mais a mesma, comentou o aposentado Silvestre dos Santos de 72 anos, residente na comunidade Porto Alegre, finalizando emocionado que há 57 anos sobreviveu exclusivamente do Rio. Para ele o problema é serio e exige a união de todos no sentido de buscar uma solução.

De acordo com informações, a polícia ambiental já esteve no local coletando amostra da água e alguns peixes mortos, mas até agora nenhum resultado foi divulgado.
 
 
Fawkes Web e Serviços