Social Icons

13 de fev de 2014

Preso morre após ser agredido em Delegacia de Itapecuru Mirim no MA

Joelson da Silva Moreira
Vítima de espancamento, por outros detentos, na Delegacia Regional de Itapecuru-Mirim (a 120 quilômetros de São Luís), na sexta-feira (7), morreu na noite de quarta-feira (12) o preso Joelson da Silva Moreira, o “Índio”, de 29 anos.

O preso foi trazido para São Luís e estava internado no Hospital Socorrão II. Ele não resistiu aos ferimentos e morreu na noite dessa quarta-feira (12).A Secretaria de Justiça e Administração Penitenciária (Sejap) ainda não se pronunciou sobre a morte. Com o registro, sobe para sete o número de mortes no sistema prisional maranhense este ano.

É o 6º detento assassinado, só neste ano, no sistema carcerário maranhense, que passa por uma grave crise.

Três foram mortos no Complexo Penitenciário de Pedrinhas e três em prisões do interior (Santa Inês, Balsas e Itapecuru). No ano passado, ocorreram 60 crimes de morte nas cadeias do estado, segundo o Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

Até o início da tarde de ontem (13), a Secretaria de Justiça e Administração Penitenciária (Sejap) ainda não havia se pronunciado sobre mais esta morte.Joelson tinha familiares no bairro do Vinhais (periferia de São Luís).Ainda não se sabe a que crime o preso respondia nem tampouco se era preso condenado ou provisório.

Confira os 6 presos assassinados em 2014 no sistema penitenciário do MA

Josinaldo Pereira Lindoso, 35
Encontrado estrangulado na manhã de 2 de janeiro, na cela 9 do Centro de Detenção Provisória (CDP) de Pedrinhas. Tinha condenação por assalto.

Sildener Pinheiro Martins, 19
Morto a “chuçadas”, igualmente no dia 2 de janeiro, à tarde, também no Centro de Detenção Provisória (CDP), numa cela do Bloco Alfa. Acusado de assalto e homicídio. Sem condenação.

Jô de Sousa Nojosa, 21
Assassinado por enforcamento, com uma “teresa” (corda improvisada), no dia 21 de janeiro, na cela 7 do bloco D da Central de Custódia de Presos de Justiça (CCPJ) de Pedrinhas. Tentou entrar com maconha e um celular, numa visita a um detento. Preso porque já havia um mandado de prisão contra ele, por porte ilegal de arma. Sem condenação.

Cledeilson de Jesus Cunha, 37
Assassinado por estrangulamento na Unidade Prisional de Ressocialização (UPR) de Santa Inês (a 245 quilômetros de São Luís) em 22 de janeiro. Cumpria condenação por assalto e respondia também por participação no homicídio de Josinaldo Pereira Lindoso, no CDP de Pedrinhas, em 2 de janeiro.

Valdiano Fernandes da Silva, 27
Espancado no domingo (26) por quatro presos, na Unidade Prisional de Ressocialização (UPR) de Balsas (a 790 quilômetros de São Luís), morreu na terça (28), no Socorrão de Imperatriz. Estava preso por assalto. Sem condenação.

Joelson da Silva Moreira, o ‘Índio’, 29
Espancado no dia 7 de fevereiro (sábado), por outros detentos, na Delegacia Regional de Itapecuru-Mirim (a 120 quilômetros de São Luís). Foi trazido no mesmo dia para a capital e internado no Hospital Municipal Dr. Clementino Moura (Socorrão 2), com múltiplos ferimentos, em estado grave. Morreu na noite de quarta-feira (12).

Do G1 MA com informações do Alvorada é Noticias
 
 
Fawkes Web e Serviços